quinta-feira, fevereiro 24, 2005

"O Jaguar" (perto do jumbon)

A vizinhança não transmite indicações muito favoráveis, mas este é o meu único ponto de referência, dado que a única vez que lá fui regressei de uma forma... revigorada, movido a outro tipo de combustível alcoolicamente inflamável :o)
Pelas opiniões que recolhi e também daquilo que vi, o restaurante está sempre cheio e por vezes há gente à espera de mesa. Isto é significativo, tendo em atenção que o jaguar, no interior, é relativamente espaçoso. OK, a entrada quase passa despercebida, mas o interior é totalmente diferente...
A comida é muito boa e as doses vêm na quantidade ideal para uma pessoa ficar plenamente satisfeita. O serviço é rápido e o atendimento é sem dúvida um ponto a favor, os tipos que servem o pessoal são muito castiços e atendem bem tudo o que se pede: muito ou pouco molho, mais ou menos temperado... é mesmo à vontade do freguês!
Gostei bastante do frango de caril. Para quem gosta de caça, também há muitos pratos desse tipo.
Nem devia falar do vinho, mas aqui vai: o vinho tinto da casa bebe-se muito bem, mas é preciso cuidado: os jarros são de tamanho XXL. Se um gajo tiver num dia mau, meio jarro chega para dar outro ânimo ao dia, um jarro chega para acabar com o dia em termos de produtividade e 1 jarro+digestivos chega para ir directamente do almoço para a caminha dormir!
Os preços são bastante aceitáveis. Por exemplo, quando lá fui com 2 colegas, bebeu-se vinho e cerveja de entrada, aperitivos, 3 doses de comida, 1 jarro de vinho, 3 cafés e mais uma série de digestivos...nem chegou a 10€ por pessoa! Portanto, os preços são próximos do normal para almoços nesta zona, fazendo opções mais comedidas.
Gostei: qualidade, quantidade, preço, atendimento e, claro, o vinho da casa
Não gostei: do poder persuasivo do vinho
Apreciação: ideal para levantar o moral das tropas; recomendo!

1 comentário:

Anónimo disse...

É mesmo 1 "tasca" castiça com boa comida e bebida. Até tem site e tudo, hehehehe! http://www.restaurante-jaguar.tk In vino veritas!