quinta-feira, fevereiro 24, 2005

Papo Cheio (Elias Garcia)

O Papo é um restaurante tipicamente português, tem boas condições, um serviço aceitável e preços médios para o prato (6 eur). Apesar de nem ter um espaço pequeno, costuma encher, portanto convém chegar cedo ou reservar.
Tem bons pratos de carne e peixe, o tamanho das doses costuma ser bom e até pode chegar para 2 pessoas. A selecção de sobremesas é bastante limitada, são poucas e sempre as mesmas.
Recomendação especial para os lombos de cherne com molho de manga (quando há) e a mousse de chocolate.
Gostei: doses generosas
Não gostei: nem sempre está bom o suficiente para se aproveitar a dose generosa
Apreciação: Considerar
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

3 comentários:

daveze disse...

Acrescento como sugestão adicional ao cherne o arroz de pato, que é uma autêntica prova de masculinidade:homem que é homem come uma dose daquilo e ainda pondera a repetição...isto, claro, sem contar com a sobremesa e entradas!Fica o desafio. Uma coisa que não gostei:já me aconteceu demorar um pouco para servirem o prato.Mas a relação qualidade+quantidade/preço compensa largamente.

daveze disse...

Acho que este restaurante merece mais um comentário, até porque tenho ido lá com alguma frequência. Até à data, é um dos melhores deste blog (senão mesmo o melhor). É o que mais me satisfaz em termos de conforto, preço e qualidade/quantidade da comida. Imperdível! Opção nº1 para trazer convidados a almoçar por estes lados. Recomendo vivamente.

Anónimo disse...

Após largos meses, é bom confirmar que o Papo Cheio continua a merecer todos os comentários positivos que aqui foram mencionados. Fui lá hoje (17-10-2005) e gostei.